O jornal eletrônico NHK, anunciou nesta quinta-feira, que 40% dos depósitos de trens-bala Shinkansen, no Japão, estão localizados em áreas vulneráveis a inundações. 

O Jornal analisou as áreas de risco e outras informações fornecidas pelos governos locais em 18 pátios ferroviários usados para estacionar os trens Shinkansen. 

O depósito da JR Leste na cidade de Nagano, ao noroeste de Tokyo, não foi incluído nos dados.  




No final de semana passado, o transbordamento do rio Chikuma inundou um dos pátios, submergindo cerca de 120 carros de trens-bala na estação. 

O mapa de perigos da cidade mostra que o depósito está em uma área onde as águas podem exceder uma altura de até 10 metros.  

A NHK também descobriu que 7, dos 18 depósitos de Shinkansen em outras partes do Japão, também estão suscetíveis a inundações. 

Um professor da Universidade KogakuinRyo Takagi, que é especilista em trens elétricos, disse que a maioria dos equipamentos importantes para o funcionamento dos trens ficam a apenas 20 centímetros dos trilhos e podem ser facilmente danificados se passarem por inundações. 

Ele disse que os operadores dos trens-bala devem elevar o nível do solo de seus depósitos o mais rápido possível para não haver mais prejuízos. 

Leia também:   Mais chuvas são previstas para as regiões atingidas pelo desastre

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here