Início Destaques Japão A definição do local da Base Militar de Futenma permanece indefinido

A definição do local da Base Militar de Futenma permanece indefinido

284
0
O primeiro-ministro Shinzo Abe expressou repetidamente sua determinação em construir uma base alternativa na área de Henoko. Foto: Sasakawa USA

O ministro da Defesa, Takeshi Iwaya, rejeitou na sexta-feira (22) o pedido do governador de Okinawa, Denny Tamaki, por uma suspensão de um mês no distrito de Henoko, no norte da província de Okinawa, aprofundando as tensões sobre o polêmico projeto de realocar a US Air Futenma.

A ação deve intensificar ainda mais as tensões políticas entre Tóquio e Okinawa, que abrigam um grande número de bases e unidades militares dos EUA, apesar do forte sentimento antimilitar entre muitos moradores locais.

“Gostaríamos de continuar com o trabalho para que a base de Futenma possa ser devolvida o mais rápido possível”, disse Iwaya na manhã de sexta-feira durante uma coletiva de imprensa.

Espera-se agora que o governo central continue seus esforços de recuperação de terras para a construção da nova base, despejando mais terra e areia no mar ao largo da costa do distrito na segunda-feira.

Iwaya confirmou que o Ministério da Defesa irá prosseguir com o plano, dependendo do clima e de outras condições.

“Sem a mudança para Henoko, a base Futenma permanecerá fixa em sua localização atual. Isso é algo que devemos absolutamente evitar”, disse Iwaya.

Tamaki – que foi eleito no ano passado em uma plataforma que se opõe fortemente ao projeto de realocação de Futenma – conheceu o primeiro-ministro Shinzo Abe na terça-feira em Tóquio. Durante a reunião, Tamaki propôs que as obras do projeto Henoko fossem suspensas por um mês para permitir mais tempo para conversas entre Tóquio e Okinawa.

Respondendo ao processo aberto na tarde de sexta-feira, um porta-voz do Ministério da Defesa prometeu concluir o projeto de realocação.

“Continuaremos dialogando, através de várias oportunidades, e tentaremos obter o entendimento da população local”, disse Hajime Aoyagi, secretário de imprensa do Ministério da Defesa, depois que o governo da província de Okinawa entrou com a ação na seção de Naha do Supremo Tribunal de Fukuoka.

“Vamos então tentar realizar a realocação e reversão da base Futenma o mais rápido possível, progredindo (com obras de construção) passo-a-passo”, disse ele.

A estação aérea de Futenma está localizada na área densamente povoada de Ginowan, no centro de Okinawa, onde os moradores locais dizem que causa poluição sonora intensa e aumenta o risco de acidentes.

No entanto, a maioria dos moradores de Okinawa se opõe ao plano de Tóquio de realocar a base dentro da prefeitura, dizendo que outras partes do Japão devem compartilhar mais o fardo de hospedar bases militares dos EUA.

O primeiro-ministro Shinzo Abe expressou repetidamente sua determinação em construir uma base alternativa na área de Henoko.

Autoridades em Tóquio argumentam que a remoção da base de Futenma da prefeitura reduziria o poder de dissuasão dos militares dos EUA, e poderia enviar a mensagem errada para a China. Pequim envia regularmente navios para as águas do Mar da China Oriental em torno das Ilhas Senkaku, que são reivindicadas por Tóquio e Pequim.

A disputa territorial sobre as ilhas, conhecida como Diaoyu na China, é vista como um potencial ponto de inflamação para um conflito militar entre o Japão e a China. 

Fonte: Japan Times

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/22/national/okinawa-gov-tamakis-plea-one-month-suspension-work-henoko-base-rejected-tokyo-escalating-tensions-futenma-relocation/#.XJTqFShKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here