Os benefícios da culinária japonesa para a saúde são amplamente elogiados mundialmente. Mas o que é exatamente uma dieta japonesa saudável?
Os nutrólogos do Japão se uniram para descobrir a chave da longevidade e saúde dos cidadãos e suas conclusões podem ser uma má notícia para as gerações mais jovens.

Resultado de imagem para teenage japanese fastfood

O japão possui uma das maiores expectativas de vida do planeta e é um líder mundial de “vida saudável”.

Mas como sabemos o que seria uma vida saudável?

Os japoneses não comem só sushi, tempurá ou outros pratos conhecidos. Seus hábitos alimentares tem mudado ao longo dos anos.

Para entender melhor, vamos comparar os menus mundiais e ver seus efeitos diretamente na saúde.




 

Japonês vs Americano

Primeiro o laboratório conduziu experimentos em ratos, para comparar o impacto na saúde de uma dieta típica japonesa do final dos anos 90 com uma dieta americana de aproximadamente o mesmo período.

Com base nos resultados da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição do Japão de 1999 e um estudo comparável dos Estados Unidos em 1996, foi planejado um plano de refeições semanais (cada um com 21 refeições), sob a supervisão de um nutrólogo registrado.

Após três semanas, os resultados do grupo alimentado pela dieta japonesa mostrou um aumento da expressão de genes associados à energia, açúcar, metabolismo lipídico e diminuição do estresse. Além de diminuição da gordura localizada no abdômen.

No final, os resultados das  duas pesquisas foram surpreendentemente semelhantes. A quantidade de gorduras, proteínas e carboidratos são equilibradamente parecidos.

A disparidade dos resultados parecem ser relacionados mais à qualidade dos produto, como o carboidrato vindo do arroz ou do trigo e a proteína vindo do peixe e soja ou Bovino e suíno.

Mas como essa pesquisa pode influenciar nos resultados da futura geração?


Os hábitos alimentares da juventude atual tem se ocidentalizado.  E isso tem empurrado a expectativa de vida japonesa para a casa dos 60 anos (idade em que desenvolvemos doenças cardíacas e ficamos vulneráveis a doenças relacionadas ao estilo de vida).

Resultado de imagem para japanese eating

Se fosse possível fazer uma mudança nos hábitos alimentares atuais e incluirmos a dieta japonesa de 1975, talvez em alguns anos, possamos aumentar a expectativa de vida até os 100 anos.

Abaixo uma amostra do menu da dieta de 1975, para entender melhor:

 

Café da manhã:
Arroz, salmão grelhado, natto (soja fermentada), sopa de miso, couve chinesa, brotos de feijão, pao de passas, omeletes, salsicha refogada, frutas, leite, espinafre, feijão doce, torradas, ovos, iorgurtes, mariscos cozidos, tofu, aburaage

Almoço:
Sanduiches, consomê, frutas, arroz, berinjela refogada, alga marinha, Oyako donburi, rabanetes, cenoura, tsukudani, macarrão frito, mitsumame, wakame, kitsune udon.

Jantar:

Arroz, nikujaga, alga mozuku, sopa de repolho, Chikuzen-ni, tofu frio, misô, ensopados de creme, couve chinesa com camarão, peixes cozidos,  Satsuma-idade, salada branca.


Claramente conseguimos ver uma absurda diferença da nossa dieta.
Talvez se a gente mudar agora, possamos viver mais e com mais qualidade de vida.

via: nippon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.