Dizem as más línguas, que a boneca okiku foi comprada em Hokkaido, em 1918, por um adolescente de 17 anos, chamado Eikichi Suzuki.

Essa boneca seria destinada para a sua irmã de 3 anos, chamada Kikuko.
A garotinha amou tanto o presente, que a levava consigo para todos os lugares (até mesmo na hora de dormir).




 

A aparência da boneca parecia-se com as tradicionais do japão.

O cabelo tinha um corte “okappa’’, curto na altura dos ombros e uma franja na testa.

Devido ao infortúnio, Kikuko faleceu no ano seguinte, após desenvolver uma gripe muito forte.

A família, com muito zelo, guardou a boneca em um santuário, para poder rezar pela sua filha, pois era uma das poucas coisas que a lembrava.

O nome okiku só foi dado após a garota falecer.

Porém, aos poucos, eles começaram a notar algo fora do comum.

O cabelo da boneca foi crescendo lentamente.

Então eles concordaram de que isso era um sinal de que a boneca estava possuída pelo espírito inquieto da menina.

Anos mais tarde, o pai de Kikuko deu a boneca ao templo Mannenji, para que o então espirito da menina, pudesse ser cuidado.

Ainda hoje é possível ir ao templo em Hokkaido e ver Okiku. Mas curiosamente não é permitido fotografá-la.

Resultado de imagem para okiku

Dizem, ainda, que um exame científico foi feito em Okiku e confirmaram que, o cabelo da boneca era o de uma criança humana!!!!!!

Atualmente a boneca tem os cabelos longos, que medem até seus joelhos, e continua a crescer de tempos em tempos.

“Creemdeuspai”. Eu não teria coragem de ir haha!

fonte: danjou

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.