No Brasil costumamos reclamar do mato sem a devida poda nos parques, do lixo que brota nas sarjetas, do muro pichado, do lixo nas praias e represas. A comunidade observa de forma espantada e estática ao seu redor, porém não se organiza para reduzir estes males alegando que são pagadores de impostos e o governo deveria cuidar de resolvê-las.




 

No outro lado do mundo, mais especificamente no Japão, temos uma lição de cidadania e consciência para a convivência em grupo. O Estado não deixa de atuar em suas atribuições, mas conta com a cooperação dos moradores de cada comunidade. De tempos em tempos são convocados os moradores para realizarem a limpeza e a poda da vegetação do bairro.

O fato de participar na limpeza resulta numa maior consciência dos moradores na manutenção da limpeza e ordem local.

O governo japonês cumpre com o seu dever, a sociedade coloca a sua força de trabalho para manter a ordem.

Fonte: Mundo-Nipo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.