Início Destaques Japão Abe pede a intervenção do Embaixador sul-coreano no Japão para melhorar relação...

Abe pede a intervenção do Embaixador sul-coreano no Japão para melhorar relação entre países

502
0
Temas como mulher de consolo e trabalho forçado na época da guerra voltam a tona e causam tensão no relacionamento. Foto: Folha de Goiás

O primeiro-ministro Shinzo Abe expressou nesta segunda-feira (8) sua preocupação com as relações azedas entre Tóquio e Seul em uma reunião com o ex-embaixador sul-coreano no Japão.

Durante uma visita de cortesia do embaixador Lee Su-hoon, no escritório do primeiro-ministro em Tóquio, Abe expressou sua preocupação com os laços bilaterais e pediu que eles fossem repassados ​​ao presidente sul-coreano Moon Jae-in.

Abe estava se referindo às decisões do tribunal superior da Coréia do Sul em favor dos demandantes coreanos em ações judiciais contra empresas japonesas devido a trabalho forçado em tempos de guerra e desenvolvimentos recentes relacionados à sobrevivência de ex-mulheres “de conforto”. O termo refere-se a mulheres que forneceram sexo às tropas japonesas antes e durante a Segunda Guerra Mundial.

Lee, que deve ser substituído por Nam Gwan-pyo, ex-vice chefe do Departamento Nacional de Segurança, disse a Abe que vai transmitir a mensagem ao governo da Lee.

Em relação aos processos trabalhistas em tempo de guerra, Tóquio pediu a Seul que cumpra um tratado bilateral de 1965, que o Japão diz ter resolvido todos os pedidos de indenização. Em janeiro, o governo japonês propôs negociações bilaterais em consonância com o acordo, mas o governo coreano não respondeu à proposta.

Na Coréia do Sul, houve movimentos que visam minar um acordo bilateral de 2015 destinado a resolver o problema das mulheres consoladoras “de forma final e irreversível”, incluindo repetidas declarações de um importante legislador exigindo um pedido de desculpas do imperador Akihito.

Fonte: JIJI, STAFF REPORT

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/09/national/politics-diplomacy/abe-tells-outgoing-south-korean-ambassador-concerns-bilateral-ties/#.XKyw_ZhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here