Início Destaques Japão Acordo de Japão e Nepal para o fornecimento de mão-de-obra foi assinado

Acordo de Japão e Nepal para o fornecimento de mão-de-obra foi assinado

961
0
O Nepal assinou um memorando de cooperação para enviar ao Japão “trabalhadores qualificados”. Foto: Jovem Pan

O Nepal assinou um memorando de cooperação para enviar ao Japão “trabalhadores qualificados” pela primeira vez.

O amplo acordo assinado em Katmandu na segunda-feira (25) pelo embaixador japonês Masamichi Saigo e um representante do governo nepalês, abre as portas para os operários nepaleses conseguirem empregos no Japão com base no modelo de recrutamento de governo para governo.

O acordo entra em vigor em 1º de abril.

“O fluxo real de trabalhadores do Nepal para o Japão levará tempo, porque diferentes mecanismos bilaterais precisam ser estabelecidos para garantir que apenas aqueles que atendem aos critérios de emprego cheguem ao Japão”, disse Narayan Regmi, porta-voz do Ministério do Trabalho, Emprego e Previdência Social do Nepal.

O ministério criará um órgão que facilitará o processo de recrutamento, acrescentou ele.

O governo japonês decidiu em dezembro recrutar 345.000 trabalhadores estrangeiros em cinco anos de nove países, incluindo o Nepal, para tratar da mão-de-obra que está se esgotando e envelhecendo rapidamente.

O Nepal propôs ao Japão a criação de um mecanismo de recrutamento de governo a governo para impedir que as agências de recrutamento no Nepal enganem os trabalhadores.

Um mecanismo similar estabelecido com a Coréia do Sul para enviar trabalhadores nepaleses sob o Sistema de Autorização de Emprego foi bem-sucedido na proteção dos trabalhadores.

Dezenas de casos em que os trabalhadores foram perseguidos por agências de recrutamento no Nepal ou explorados por empregadores em destinos de trabalho como o Qatar e a Malásia são reportados todos os anos.

Dezenas de milhares de nepaleses dirigem-se a outros países para trabalhar todos os anos. Estima-se que haja 4 milhões de empregos no exterior.

Mais de duas décadas de turbulência política iniciada em 1996, quando antigos rebeldes maoístas iniciaram uma insurgência armada de 10 anos, acabaram com investimentos e empregos no Nepal.

Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/26/national/japan-nepal-sign-government-government-labor-pact/#.XJpZAphKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here