Início Destaques Japão Acordo entre Rússia e Japão referente as ilhas Kurilas está longe de...

Acordo entre Rússia e Japão referente as ilhas Kurilas está longe de acontecer

332
0
Abe optou por reverter sua estratégia anterior de conduzir atividades econômicas conjuntas com a Rússia nas ilhas. Foto: Deccan Chronide

O primeiro-ministro Shinzo Abe desistiu de chegar a um acordo de paz entre Japão e Rússia quando se reunir com o presidente russo Vladimir Putin em junho, em meio a divergências sobre como resolver uma disputa territorial de longa data, disse uma fonte do governo nesta quinta-feira (18).

Em vez disso, os dois líderes podem concordar em viajar sem visto entre a região controlada pela Rússia, onde as quatro ilhas disputadas estão localizadas, e Hokkaido, quando se encontrarem à margem de uma cúpula do Grupo dos 20 em Osaka, disse a fonte.

Abe esperava garantir uma promessa de Putin de entregar duas das ilhas, conhecidas no Japão como Territórios do Norte e na Rússia como as Kurilas do Sul.

Mas com as chances remotas de um avanço imediato, Abe optou por reverter sua estratégia anterior de conduzir atividades econômicas conjuntas com a Rússia nas ilhas, enquanto os países continuam as negociações, disse a fonte.

As ilhas do leste de Hokkaido foram apreendidas pela União Soviética depois que a rendição do Japão em 1945 pôs fim à Segunda Guerra Mundial. O Japão se opôs à posição da Rússia de que legitimamente adquiriu as ilhas como resultado da guerra.

Putin manifestou a preocupação de que o retorno das duas ilhas menores – Shikotan e o grupo de ilhotas Habomai – abrisse caminho para que os Estados Unidos, o maior aliado de segurança do Japão, implantassem tropas na região.

O Japão, por sua vez, rejeitou a exigência da Rússia de reconhecimento de sua atual soberania das quatro ilhas como condição para a assinatura de um tratado de paz.

Com um racha tão amplo nas negociações, uma alta autoridade japonesa disse: “É improvável que tenhamos algum tipo de acordo na cúpula do G20”.

Os países estão considerando o estabelecimento de um sistema de viagens isentas de visto entre Sakhalin, no Extremo Oriente da Rússia e Hokkaido, uma proposta do ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, em janeiro, em uma reunião com seu colega japonês Taro Kono.

Kono está planejando visitar Moscou em meados de maio para continuar conversações com Lavrov, com os dois programados para se encontrarem novamente no mesmo mês. O Japão espera que, ao realizar as reuniões em rápida sucessão, os países possam manter o ímpeto nas negociações.

Abe tem sido amplamente visto como ansioso para garantir um legado político, resolvendo a disputa territorial e assinando um tratado de paz com a Rússia durante seu mandato final em setembro de 2021.

Ele concordou com Putin em novembro para acelerar as negociações com base na declaração conjunta de 1956, que menciona o retorno de Shikotan e Habomai, uma vez que um tratado de paz seja concluído.

Os Territórios do Norte cobrem cerca de 5.000 quilômetros quadrados e as águas adjacentes contêm áreas de pesca ricas. Quase 17.000 russos residem nas ilhas de Kunashiri, Etorofu e Shikotan, enquanto o grupo de ilhotas Habomai é desabitado.

Shikotan e o grupo Habomai representam apenas 7% da massa total das ilhas disputadas.

Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/18/national/politics-diplomacy/abe-abandons-june-timeline-japan-russia-peace-treaty-source/#.XLiMYuhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here