Início Mundo Crime Acusado de assassinar 100 pacientes com injeções letais em período pós-guerra confessa...

Acusado de assassinar 100 pacientes com injeções letais em período pós-guerra confessa o crime

313
0
Niel Hoegel assumiu crimes de assassinato a pacientes no período pós-guerra. Foto: Gtubo
Durante o julgamento em Oldenburg, Niel Hoegel confessou ter assassinado as 100 pessoas com intuito de reanimá-las.

Nesta terça-feira, Niel Hoegel (41), no tribunal da cidade de Oldenburg confessou ter assassinado 100 pacientes com injeções letais no período pós-guerra alemão. Hoegel aplicava injeções letais nos pacientes, com intuito de reanimá-los, e assim, ser um “herói”.

O enfermeiro alemão, disse “tudo o que confessei é verdade”,  quando o juiz Sebastian Buehrmann questionou se as acusações eram realmente verdade. As famílias das vítimas ainda querem respostas e dizem que o julgamento não acabou.

“Queremos que ele receba a sentença que merece”, disse Frank Brinkers, que teve o pai morto pelo enfermeiro. “Quando esse julgamento acabar, queremos deixar essa história toda no passado.”

Niel Hoegel recebeu uma pena de 15 anos após ser culpado da morte de duas pessoas por injeções letais. Em janeiro, foi acusado de matar mais 97 pessoas.

Por meio de investigações e relatórios toxicológicos, procuradores de Oldenburg, na Alemanha, descobriram que provavelmente, Hoegel utilizou injeções letais em 35 pessoas em uma clínica de Oldenburg, e 62 em Delmenhorst.

Fonte: Reuters

https://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN1N428C-OBRWD.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here