Um jovem de 15 anos, estudante do ensino médio, cidadão da província de Niigata, invadiu o servidor da sua escola usando o ID roubado do seu professor, para alterar as suas notas. 

O aluno admitiu o crime e disse ter roubado o ID e senha de seu professor a partir de um computador emprestado pelo mesmo.  

A polícia da província de Niigata enviou o caso para os promotores, afirmando que o aluno violou uma lei que proíbe o acesso não autorizado aos computadores da escola. 

Segundo os funcionários da escola, o aluno pediu emprestado o computador do seu professor em junho, para poder fazer uma apresentação de slides. Enquanto o professor estava distraído, o jovem obteve o ID e outras informações do dispositivo.  

Além disso, o jovem também alterou as configurações de um tablet na sua escola, que possui acesso ao servidor geral destinado apenas aos professor, para permitir que ele controlasse remotamente o sistema por meio de um dispositivo próprio. 

A invasão do servidor ocorreu no mês de outubro, quando o aluno acessou o tablet hackeado, alterou suas notas e entregou a versão modificada aos seus pais. 

O aluno demonstrou arrependimento e disse que “teve medo, mas a curiosidade foi maior” e que “não conseguiu se conter, porque queria que suas notas fossem melhores”. 

Leia também: Governo japonês reforça seu apoio para estudantes estrangeiros

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here