Início Destaques Mundo Após 1.500% de aumento na matrícula para universidade, funcionários de universidades na...

Após 1.500% de aumento na matrícula para universidade, funcionários de universidades na França se mobilizam

390
0
Édouard Philippe, primeiro-ministro da França, anunciou o aumento de 1500% nas matrículas de universidades. Foto: Revolution Permanente
Os alunos se manifestaram poucos dias depois do anúncio de aumento de preços.

No dia 19 de novembro, o primeiro-ministro da França, Édouard Philippe anunciou que a partir de 2019, a matrícula da graduação será de 2.770 euros, e a de mestrado e doutorado 3.770 euros, que aponta um aumento de 1.500 no custo.

Os estudantes haviam se mobilizado anteriormente discutindo sobre uma oposição contra o governo de Macron e uma possível manifestação. Agora, os próprios funcionários das universidades estão se mobilizando.

“Essa medida brutal e cínica é fruto de uma reflexão a curto prazo. Por trás dessa decisão financeira, temos o risco de esvaziar científica e intelectualmente nosso país”, afirmou o reitor da EHESS.

Um professor da universidade de Grenoble afirmou que as bolsas disponibilizadas são poucas para a demanda da universidade, que tem 80 mil alunos da África.

“A gratuidade é um princípio fundamental de nossa universidade, mas tendo em vista o sufoco financeiro e a insuficiência dos recursos do Estado, sentimos que chegamos ao limite de nosso modelo”, declarou o vice-presidente de relações internacionais da Universidade de Lille.

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/educacao/noticia/2018/11/30/funcionarios-de-universidades-francesas-protestam-contra-aumento-de-matricula-para-estrangeiros.ghtml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here