Início Japão Ativista que trabalhava para portadores da doença de Minamata morre aos 103...

Ativista que trabalhava para portadores da doença de Minamata morre aos 103 anos

885
0
A doença de Minata é o nome dado aos efeitos da contaminação de mercúrio da fábrica Chisso Corp. Foto: Spiegel Online

KUMAMOTO, Japão (Kyodo) – Fumiko Hiyoshi, que liderou um grupo de cidadãos e apoiou vítimas da doença de Minamata por mais de meio século. Ela morreu devido à idade avançada em uma casa de repouso em Minamata, Kumamoto, uma pessoa próxima de sua família informou. Ela tinha 103 anos.

Hiyoshi, que era professora de educação primária, antes de servir como membro da assembleia municipal em Minamata, sudoeste do Japão, por 16 anos desde 1963. Fez campanha para que o antecessor da empresa química Chisso Corp., e o governo assumissem a responsabilidade pela doença, que é causada por envenenamento por mercúrio.

A empresa havia lançado águas residuais industriais contaminadas com mercúrio no mar, e os moradores locais que consumiram frutos do mar contaminados, desenvolveram uma síndrome neurológica do envenenamento. A doença também causou defeitos congênitos.

Hiyoshi estabeleceu o grupo de cidadãos em 1968, para apoiar os pacientes e suas famílias. No mesmo ano, o governo reconheceu Minamata como uma doença causada pela poluição.

Fonte: Mainichi Shimbun

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here