756 visualizações 2 min 0 Comentário

Autoridades japonesas registram queixa devido a visita de sul-coreanos às ilhas de Takeshima 

- 31 de agosto de 2019
ilha de takeshima

Neste último sábado, políticos sul-coreanos realizaram uma visita nas disputadas Ilhas de Takeshima no Mar do Japão, para supervisionar suas instalações e constatar posse do local. 

Televisionado pela YTN, uma rede de notícias da Coréia do Sul, os parlamentares emitiram um comunicado afirmando que a decisão do Japão em remover o país das preferências comerciais, iniciou uma guerra e a arma é a economia. 

As tensões estão ocorrendo na medida em que os dois países atingem o ponto mais baixo em suas relações nos últimos anos, após uma série de decisões da justiça sul-coreana ordenando a indenização para as pessoas que se autointitularam vítimas do trabalho forçado durante o domínio colonial japonês sobe os sul-coreanos em 1910. 

Em torno disso, Tokyo registrou uma queixa à Coréia do Sul, afirmando que “As ilhas são uma parte inerente do território japonês por questões históricas e internacionais, e que essa visita é ‘inaceitável’”, segundo o Ministério das Relações Exteriores do Japão. 




A Coréia do sul realizou recentemente exercícios militares, onde houve participação da força terrestre, aérea, naval e da polícia marítima, para praticar operações afim de proteger as ilhas, logo após a Coréia do Sul anunciar suas decisões de encerrar o pacto militar de compartilhamento de informações com o Japão, em resposta às restrições econômicas entre os dois países.  

Veja também: Legisladores da Coreia do Sul chegam às ilhas de Takeshima

Mundo nipo: O principal portal de notícias do Japão