622 visualizações 3 min 0 Comentário

Bolsa de Valores de Tóquio cai impactado por papéis dos EUA

- 20 de agosto de 2020

As ações de Tóquio caíram na quinta-feira, atingidas pelas lentidão nas vendas das ações dos EUA.

A média Nikkei de 225 emissões selecionadas listadas na primeira seção da Bolsa de Valores de Tóquio perdeu 229,99 pontos, ou 1,00 por cento, para terminar em 22.880,62, após um aumento de 59,53 pontos na quarta-feira.

O índice Topix de todas as questões da primeira seção fechou em queda de 14,53 pontos, ou 0,90 por cento, em 1.599,20, após ganhar 2,88 pontos no dia anterior.

O mercado teve um início sombrio depois que todos os três principais indicadores de preço das ações dos EUA, incluindo a média industrial Dow Jones, caíram na quarta-feira.

O sentimento foi abafado pela perspectiva econômica pessimista do Federal Reserve dos EUA em relação à nova pandemia de coronavírus, conforme mostrado nas atas recém-divulgadas da reunião do Federal Open Market Committee no mês passado, disseram corretores.

Tanto o Nikkei quanto o Topix afundaram ainda mais em território negativo durante a tarde, pressionados pelas quedas nas ações chinesas e uma queda nos futuros do Dow fora do horário comercial.

“Alguns investidores estrangeiros decidiram vender ações à tarde, antecipando outra queda do mercado dos EUA”, disse Yutaka Miura, analista técnico sênior da Mizuho Securities Co.

Ele observou que o Nikkei pode cair para cerca de 22.500 na sexta-feira se Wall Street não conseguir uma recuperação na quinta-feira, acrescentando que os incentivos de compra parecem ter saído do mercado dos EUA.

Na primeira seção, as questões decrescentes superaram as questões crescentes de 1.633 a 444 com 96 questões inalteradas. O volume avançou para 945 milhões de ações das 915 milhões de ações de quarta-feira.

As ações no setor de semicondutores, incluindo a fabricante de dispositivos de teste Advantest e a fabricante de equipamentos para fabricação de chips Tokyo Electron, foram prejudicadas pelos efeitos adversos persistentes das novas sanções dos EUA contra a Huawei Technologies Co. da China.

Os participantes do mercado acreditam cada vez mais que o setor de dispositivos eletrônicos está supervalorizado, disse um representante de uma corretora.

A gigante de tecnologia e entretenimento Sony e a rede de lojas de roupas Fast Retailing também tiveram vendas ativas.

Por outro lado, a Hitachi Metals subiu 7,34% em notícias de que a controladora Hitachi planeja vender a unidade de materiais metálicos.

Também foram compradas a Casa Daiwa e o fabricante de louças para banheiro Toto.

Na negociação de futuros de índices na Bolsa de Osaka, o principal contrato de setembro na média Nikkei caiu 250 pontos, encerrando em 22.880.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão Tóquio
Jonathan Miyata