Início Brasil Bolsonaro e governadores de SP e RJ podem colocar o Brasil na...

Bolsonaro e governadores de SP e RJ podem colocar o Brasil na mira da ONU

312
0
O ex-Ministro da Justica, José Carlos Dias teme que o Brasil entre na mira dos Direitos Humanos da ONU. Foto: Bule Voador

Discursos e propostas dos governadores eleitos de São Paulo, João Dória (PSDB), do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e do presidente eleito Jair Bolsonaro vão contra ideias dos direitos humanos e se colocadas em práticas pode colocar o país na mira da ONU, afirma o ex-ministro da Justiça José Carlos Dias.

O ex-ministro também disse “sou muito pessimista. Infelizmente, acho que o desrespeito aos direitos humanos, que hoje já existe, vai aumentar [no governo Bolsonaro].”

Em relação ao plano de governo de Bolsonaro, o que preocupa Dias é “prender e deixar preso”, segundo ele o fato de deixar os detentos presos e sem direito à saidinha, pode aumento o perigo dentro das prisões, por provocar a “inquietação dentro do sistema”.

Comentário: a linha seguida pelos direitos humanos da ONU tem interferido de tal maneira que, há uma grande inversão de valores na sociedade brasileira. Criminosos são contemplados com Auxílio Reclusão (mais conhecido como Bolsa Presidiário) à família de presos, saidinha em datas festivas e visita íntima, entre outras aberrações. Os elementos que cometem crimes e são detidos por policiais são levados à custódia no camburão com ar-condicionado. O juiz os recebe e questiona “foi bem tratado pelos policiais? Há alguma reclamação a fazer?”. Enquanto isso, pessoas de bens são assassinadas, são lesadas, perdem a confiança no Poder Judiciário. A população precisa apoiar o novo governo, aproveitar este momento e colocar o Brasil no trilho correto. Chega de Direitos Humanos da ONU, a ONU desconhece o que os brasileiros de bens estão passando. Mundo-Nipo

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/11/16/dias-ministro-justica-fhc-bolsonaro-doria-witzel-moro-direitos-humanos-onu-oea.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here