Início Japão Ciência Cadáver deteriorado é reconhecido pelo DNA da saliva de uma carta

Cadáver deteriorado é reconhecido pelo DNA da saliva de uma carta

377
0
A identificação foi feita com amostras de DNA de um selo postal que ela enviou uma década atrás, informou a polícia nesta sexta-feira (19). Foto: Curious Wanderer

A Polícia da Província de Miyagi disse que um cadáver descoberto em Ishinomaki, na província de Miyagi, depois do terremoto e tsunami de março de 2011, foi identificado como sendo de uma mulher de 60 anos da cidade de Onagawa, Miyagi.

A identificação foi feita com amostras de DNA de um selo postal que ela enviou uma década atrás, informou a polícia nesta sexta-feira (19).

De acordo com a polícia, o corpo esqueletizado foi encontrado na superfície do mar perto do paredão em Ishinomaki em 9 de abril de 2011. A cidade costeira foi atingida por um tsunami no mês anterior, após um terremoto de magnitude 9,0 que ocorreu ao largo da costa.

A mulher havia enviado a carta para um parente em Hachinohe, na província de Aomori. As autoridades obtiveram acesso à carta em março deste ano e descobriram que o DNA encontrado na saliva do selo coincidia com o do cadáver.

A descoberta trouxe o número de cadáveres não identificados do desastre em Miyagi para nove.

As autoridades estão pedindo aos cidadãos que forneçam qualquer material que possuam com links para pessoas desaparecidas, observando que mesmo itens de uma década atrás podem levar a identificações.


Fonte: JIJI

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/20/national/body-march-2011-disaster-identified-decade-old-stamp/#.XL3Um-hKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here