As autoridades de saúde da China, anunciaram publicamente para as pessoas da cidade de Wuhan, sobre a necessidade de evitar multidões e reuniões pública, após ser informada nesta quarta-feira que uma nova doença viral estava infectando centenas de pessoas no país e trazendo vítimas fatais. 

O número de casos aumentou acentuadamente na China, sendo mais de 400 casos confirmados até a meia-noite de terça-feira. Ao total, 9 pessoas morreram na província de Hubei, desde o surgimento do surto em Wuhan. 

“Já houve transmissão e infecção por contato de médicos com os pacientes”, disse Li Bin, vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde, em uma entrevista coletiva. “As evidências mostram que a doença começou a ser transmitida pelo trato respiratório e não descartamos a possibilidade de mutação viral”. 

A doença vem de um tipo de recém-identificado de coronavírus, uma família de vírus que pode causar um resfriado comum e evoluir para doenças mais graves, como o surto de SARS que espalhou na China para mais de uma dúzia de países em 2003, matando mais de 800 pessoas. 

Nesta quarta-feira, as autoridades tailandesas confirmaram mais quatro casos, um nacional tailandês e três visitantes chineses. Todas as doenças eram de pessoas de Wuhan ou que haviam viajado recentemente para lá. 

Agências de viagens da Coréia do Norte disseram que o país proibiu a entrada de turistas estrangeiros por um tempo, por conta do surto, por conta da proximidade com a China. A Coréia do Norte também fechou a entrada em 2003, durante o surto da SARS. 

Outros países intensificaram as medidas de triagem para viajantes da China, especialmente aqueles que chegam de Wuhan. As preocupações aumentaram com a chegada do feriado do Ano Novo Lunar, quando milhões de chineses viajam para casa e para o exterior. 

Em uma entrevista coletiva, , Gao Fu, da Academia Chinesa de Chiencias e Chefe do Centro Chinês de Controle de Doenças, comentou que eles “Ainda estão aprendendo sobre essa doença”. 

Gao disse que as autoridades estão trabalhando para descobrir o motivo pelo qual o surto se tornou tão intenso. Ele comentou que o provável motivo foi por conta da exposição humana aos animais selvagens que estavam sendo comercializados ilegalmente no mercado de alimentos em Wuhan. 

As autoridades de saúde confirmaram no início desta semana que a doença pode se espalhar entre humanos depois de encontrar dois casos de pessoas na província de Guangdong, no sul, que não estavam em Wuhan. Não está claro a quão contagiosa é, mas a transmissão de pessoa para pessoa pode permitir que ela se espalhe mais amplamente. 

Leia também:  O número de infectados por coronavírus já passa de 200 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here