Um chefe de polícia que atua no Departamento Regional da sede da polícia de Quioto foi preso por suspeita de aplicar golpe em um idoso e ficar com ¥12 milhões da vítima.



 
Segundo reportagem da emissora NHK, o oficial Ryuji Takahashi, de 38 anos, negou parcialmente as acusações. Ele disse que ficou com o dinheiro para investimentos e que pretendia devolver.
A polícia de Quioto lamentou o ocorrido. “Estamos sem palavras com este caso, que fere a confiança que a população tem em nós. Vamos prosseguir com o resultado da investigação interna e tomar medidas rigorosas”, disse um representante.
Fonte: KYODO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.