A doações para a reconstrução do Castelo Shuri, localizado na Prefeitura de Okinawa, que sofreu um devastador incêndio e destruiu uma grande parte da estrutura principal do prédio, já ultrapassaram 1,2 bilhões de ienes, um mês após o ocorrido. 

A forma de utilização das contribuições financeiras ainda não foi decidida, pois o governo central ainda deve planejar como deve iniciar a reconstrução do prédio histórico, que ficava em Naha. 

Denny Tamaki, governador japonês nomeado para a supervisão direta do uso dos fundos, disse que seu governo planeja manter discussões com o estado para a melhor decisão. 

Tamaki ainda disse que espera elaborar um plano de reconstrução para o Castelo Shuri, em maio de 2022, durante o 50º aniversário da reversão de Okinawa ao controle japonês, após a Segunda Guerra Mundial. 

Ele também criou uma esquipe estratégica que compilará um roteiro de reconstrução, para garantir a história do castelo.  

Sobre as doações, o governador disse que assim que tudo estiver pronto, ele deixará explícito sobre os direcionamentos monetários, com o governo central.  

Uma reunião ministerial do governo central, deverá ser realizada com a presença do governador nesta segunda-feira, no Castelo de Shuri. 

Leia também: Restaurantes japoneses irão usar utensílios de material vegetal para reduzir o lixo

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here