Início Japão Crime Dois japoneses são acusados de latrocínio no Camboja

Dois japoneses são acusados de latrocínio no Camboja

373
0
A vítima vivia em Siem Reap e era pai de quatro filhos. Foto: Cambodia News English

Dois japoneses com mais de 20 anos foram presos no Camboja no final do domingo (17) por suspeita de matar um motorista de táxi no norte do país, disse um policial local.

Os homens foram identificados como Reimon Ishida, 23, originalmente da província de Chiba, e Ryuji Nakakuki, também com 23 anos, originalmente da província de Fukushima.

Os dois teriam admitido ter matado Him Chan, 40 anos, com uma faca por volta das 17h de domingo para roubar seu táxi, que planejavam usar para cometer outros crimes, segundo Huot Sothy, vice-chefe de polícia na província de Siem Reap.

A dupla chegou em Siem Reap no sábado pela Tailândia.

No domingo de manhã contrataram um carro e motorista para levá-los para a província vizinha de Banteay Meanchey com a intenção de roubar o veículo. Eles decidiram não roubar o carro depois de descobrir que ele estava equipado com uma câmera, disse à polícia.

Contrataram um motorista de táxi no caminho de volta a Siem Reap antes de matá-lo e roubar seu carro, disse a autoridade.

Depois de roubar o carro, os suspeitos colidiram com um caminhão e pararam em frente a uma casa a cerca de 300 metros de distância, informou a polícia. O incidente ocorreu em uma vila no distrito de Puok, a cerca de 18 quilômetros da cidade de Siem Reap.

A vítima vivia em Siem Reap e era pai de quatro filhos, segundo o funcionário.

Sob a lei cambojana, os suspeitos podem enfrentar entre 15 e 30 anos de prisão se forem condenados.

Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/18/national/crime-legal/two-japanese-men-arrested-cambodia-allegedly-killing-taxi-driver/#.XI-xzihKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here