Início Brasil Empresa cobra R$ 21,5 mi do TSE

Empresa cobra R$ 21,5 mi do TSE

355
0
Rosa Weber é a presidente do TSE. Foto: Blog do Saboya

A empresa CIS Eletrônica da Amazônia foi contratada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fornecer equipamentos do voto impresso, no qual teve o contrato suspenso em junho, após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar o voto impresso para as eleições deste ano.

No entanto, a CIS afirma que dois meses antes da decisão já havia iniciado os investimentos necessários para os equipamentos. A empresa cobra uma indenização de R$21,5 milhões, referente ao ressarcimento do prejuízo.

O TSE analisou os gastos da empresa em agosto após a suspensão, e confirmou que o caso é “passível de indenização”, pois a lei das licitações obriga órgãos Públicos a pagar indenização em casos de quebra de contrato.

Sadao Isuyama, dono da CIS, afirma que vem enfrentando dificuldades e há dois meses os funcionários não recebem seus salários.

Fonte: UOL

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2018/11/19/por-voto-impresso-empresa-cobra-r-215-mi-do-tse.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here