[faceturbo]

“Mantenha sua saliva na boca, não no que as outras pessoas vão tocar”, diz a empresa de táxi. 

Recentemente, a empresa japonesa e super prestigiada pelo seu incrível e impecável atendimento, aSanwa Kotsu, instalou uma nova política de funcionários em relação ao protocolo de manuseio de documentos.  

A empresa quer ser o mais transparente possível quanto a essa mudança, portanto criou um regulamento para os trabalhadores e compartilhou uma foto do memorando que está sendo distribuído para os funcionários, através do Twitter. 

2 de novembro de 2019 

Para: Todas as pessoas afiliadas à Sanwa Kotsu 

Notificação:
A partir deste momento, as seguintes ações são proibidas ao manusear documentos ou papéis: 

A aplicação na ponta dos dedos de líquidos transparentes secretados pelas glândulas salivares, mucosas orais ou em qualquer outro local da cavidade oral nas pontas dos dedos antes da repaginação de documentos em papel ou moeda. 

Esta política deve ser completamente comunicada a todos os funcionários. 

– Sede Geral da Sanwa Kotsu Corp. 

Ou em uma linguagem mais simples> A Sanwa Kotsu está proibindo oficialmente que seus funcionários lambam os dedos para folhear papéis e aos seus motoristas de lamberem os dedos ao contar o troco do passageiro. 
Como argumento, a empresa diz que é arriscar fazer alguem indiretamente tocar o seu cuspe. 

Embora a Sanwa Kotsu não receba nenhuma reclamação direta dos clientes sobre lamber os dedos, a própria empresa decidiu codificar oficialmente a prática como desagradável, e os comentaristas on-line já estão agradecendo por isso, reagindo com: 

“Uma maneira tão elegante de redigir a nova regra.”

“Gostaria que minha empresa divulgasse um aviso como esse.”

“E a biblioteca também.”

“Existem mesmo alguns motoristas de táxi que babam nos dedos antes de dar a você seu troco. Ainda não encontrei nenhum motorista da Sanwa que faça isso.” 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  [/faceturbo]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here