Um estudo conduzido pela Oxford Martin School e o Departamento de Saúde Pública de Nuffield, os dois na Inglaterra, mostrou que a taxação de carne vermelha e embutidos (ou carnes processadas) podem ter impactos positivos em relação a mortalidade global.

A pesquisa deu início após a Organização Mundial da Saúde (OMS) começar a classificar os alimentos que poderiam contribuir para o desenvolvimento do câncer e de outras doenças. Foi feita uma projeção até 2020 para saber quantas mortes seriam associadas a esses alimentos.

De acordo com os resultados da projeção, 860 mil mortes estariam ligadas ao consumo e carne vermelha, como a de boi, porco e cordeiro. E cerca de 1 milhão e 530 mil no caso de consumo de embutidos. Lembrando que o Brasil é um dos países que mais comem carnes no mundo.

Fonte: UOL

https://menudodia.blogosfera.uol.com.br/2018/11/10/estudo-aponta-que-taxar-carnes-e-embutidos-pode-diminuir-mortes-globais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.