Em meio ao escândalo sobre subornos envolvendo a Companhia de Energia Elétrica de Kansai, KEPCO, o presidente do Conselho Administrativo da companhia, Makoto Yagi, está considerando renunciar ao cargo, e seu pedido deve ser aprovado durante uma reunião extraordinária do conselho, que será realizado nesta quarta-feira. 

Também há rumores de que Shigeki Iwane, presidente da KEPCO, também deva deixar o cargo após as investigações. 

Os dois executivos estão entre os membros que recebiam presentes e quantias em dinheiro de EijiMoriyama, um ex-vice-prefeito da cidade de Takahama, sede de uma das usinas nucleares da companhia. 




Durante as investigações, revelou-se que Yagi, recebia moedas de ouro avaliadas em 14 mil dólares, cupons e ternos, de Moriyama
 

Moriyama faleceu em março deste ano.  

A investigação também revelou que os presentes entregues aos executivos e empregados tem um valor total de aproximadamente 3 milhões de dólares. 

Leia também: Japão e EUA firmam um acordo comercial bilateral

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here