Um levantamento feito pelo Leonardo Sales, cientista de dados e mestre em Economia do Setor Público pela Universidade de Brasília (UnB), a pedido do jornal O Estado de S. Paulo, aponta que os fatores socioeconômicos, como a escola que frequenta (privada ou pública), renda familiar e até a profissão dos pais, influenciam até 85% da nota dos participantes.

O estudo foi realizado com base nos microdados do Enem e do Censo Escolar de 2017, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). De acordo com as variáveis, a inexistência de computador no domicílio e falta de acesso à internet em casa, afeta negativamente o desempenho do aluno.

Fonte: UOL

https://educacao.uol.com.br/noticias/agencia-estado/2018/11/01/fatores-sociais-podem-explicar-ate-85-da-nota-de-quem-presta-o-enem.htm.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.