Início Mundo Crime Funcionários de escritórios da Google protestam pelos casos de abusos na empresa

Funcionários de escritórios da Google protestam pelos casos de abusos na empresa

417
0
Meredith Whittaker é uma das organizadoras da marcha de protesto; Foto: YouTube
A empresa é acusada de encobrir casos de grandes executivos e oferecer bonificação para um dos acusados.

Nesta quinta-feira, centenas de funcionários da Google protestaram em uma marcha organizada por mais de 200 engenheiras da sociedade. A marcha intitulada de “Google Walkout For Real Change”, pedia que mudanças estruturais sejam feitas para acabar com a má conduta sexual e conivência por parte da empresa.

Quinta-feira (25), a empresa disse que 48 dos funcionários acusados pelo assédio sexual foram demitidos, mas em contraponto, segundo o The New York Times, três casos de grandes executivos acusados foram encobertos, e ainda, que o criador do sistema Android, Andy Rubin, recebeu 90 milhões de dólares pelo desligamento na Google.

Andy Rubin deixou seu cargo, quando recebeu a acusação de forçar sexo oral em um hotel. “um funcionário que recebe US$ 15 por hora teria que trabalhar 3 mil anos para fazer os US$ 90 milhões que Andy Rubin recebeu como bonificação por assédio sexual”, disse Meredith Whittaker, indignada com o valor da rescisão contratual de um sujeito acusado de assédio sexual.

Fonte: UOL

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/ansa/2018/11/01/funcionarios-do-google-protestam-contra-assedio-sexual.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here