É comum na noite do dia 31 de dezembro, as pessoas se reunirem aos pés do templo para apreciar as badaladas do sino.
Nessa data, o sinto toca 108 badaladas, que significa, cada uma, um pensamento mundano sendo extinto.




 

Ao ouvir os sons do sino, as pessoas dedicam-se a purificar as suas mentes de tais pensamentos e a maioria dos japoneses, visitam esse templo após o ritual.

Resultado de imagem para horyuji new year

Das edificações desses templos, o que chama mais atenção é sua estrutura de cinco andares.

Pagodes

Na índia o nome destas torres é stúpa. Estas, têm como origem os pagodes (templo sagrado), que serviram de depósito de restos mortais de Buda, após cremado.
As histórias dizem que, após cremado, seu corpo foi dividido em 8 partes (cabelos e ossos), e depositados para serem cultuados.

Inicialmente, os pagodes eram feitos de barro e tijolos, que indicavam de longe, que era um local sagrado.

Dizem que graças ao rei Asoka, unificou toda a índia no século 3 a.C e protegeu o budismo, criando 84 mil pagodes em todo o território, que na qual tornaram-se objetos de adoração.

 

Atualmente, há 8  torres de 5 andares, que são tidas como patrimônio nacional, sendo elas: Horyuji, Murooji, Godaiji, etc.

 

via: nippobrasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.