Início Japão Crime Há possibilidade de abusos sexuais à crianças na Igreja Católica no Japão

Há possibilidade de abusos sexuais à crianças na Igreja Católica no Japão

888
0
Papa Francisco pede que os abusadores se entreguem à justiça humana e se prepararem para a justiça divina. Foto: InfoANS

A Conferência dos Bispos Católicos do Japão disse na segunda-feira (8) que vai abrir uma investigação interna sobre as acusações de abuso sexual em suas fileiras contra crianças no país. A sonda seria a primeira desse tipo no Japão.

A comissão permanente da Conferência Episcopal decidiu quinta-feira, em uma reunião em Tóquio, que lançará rapidamente uma “investigação profunda” sobre todas as 16 dioceses do Japão. Cinco relatos de abuso sexual foram feitos quando a entidade conduziu questionários em 2002 e 2012 em todas as suas dioceses.

A Igreja Católica Romana tem enfrentado acusações de abuso sexual infantil e acobertamentos em todo o mundo. Ele também enfrentou condenação por não agir com rapidez suficiente. Acredita-se que milhares de pessoas, possivelmente mais, tenham sido abusadas em todo o mundo por padres ao longo de muitas décadas.

Os detalhes da próxima investigação no Japão, incluindo a data de início e o processo específico, serão decididos posteriormente, com o corpo dos bispos considerando a possibilidade de buscar cooperação de partes externas. Os cinco casos de abuso relatados no passado provavelmente serão revisitados, uma vez que as entrevistas em profundidade com as vítimas e a punição dos perpetradores não foram realizadas quando as pesquisas com questionários foram conduzidas.

As reportagens do Japan Times de setembro de 2014 revelaram supostos casos de abuso de estudantes por funcionários da St. Mary’s International School em Tóquio, a partir de 1965. Pelo menos um desses casos foi posteriormente investigado pela polícia japonesa e pela Arquidiocese da Igreja Católica em Tóquio, de acordo com uma carta de 31 de janeiro de 2014, assinada pelo diretor na época.

St. Mary’s é dirigida pelos Irmãos da Instrução Cristã, uma ordem católica fundada na França no século 19 que tem escolas em todos os continentes.

Não ficou imediatamente claro se algum desses casos estava entre os cinco que provavelmente seriam revisitados.

A decisão de conduzir a investigação ocorre cerca de um mês depois que a Igreja Católica Romana realizou a conferência sem precedentes “Proteção de Menores na Igreja”, na qual o Papa Francisco reconheceu o abuso sexual de menores como um “fenômeno generalizado” e pediu por um “all-out”.

O papa deve fazer sua primeira viagem oficial ao Japão em novembro.

Em dezembro passado, em seu tradicional discurso de Natal na Cúria, a administração central do Vaticano, o papa pressionou os padres predadores que abusaram sexualmente de crianças a se entregarem “à justiça humana e se prepararem para a justiça divina”.

Fonte: KYODO, RELATÓRIO DO STAFF

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/08/national/catholic-church-open-first-probe-japan-child-sexual-abuse-within-ranks/#.XKtlCZhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here