Início Japão Cotidiano Hitachi infringe novamente as regras para uso de estagiários

Hitachi infringe novamente as regras para uso de estagiários

415
0
"Já implementamos medidas de melhoria e as relatamos à OTIT", disse o escritório de Relações Públicas e Relações com Investidores da Hitachi. Foto: Twitter

A Hitachi e suas 10 empresas do grupo receberam ordens de melhorar o uso ilegal de estagiários estrangeiros, inclusive pagando-lhes menos do que o salário mínimo, disseram fontes próximas ao assunto na terça-feira.

É a segunda vez em oito meses que a Hitachi está sob investigação pela forma como emprega e implementa estagiários.

A Organização para Treinamento de Estagiários Técnicos realizou inspeções em 12 usinas entre abril e setembro do ano passado.

Ela encontrou estagiários técnicos envolvidos em trabalho fora do âmbito de seus programas de treinamento, em violação de uma lei sobre o programa patrocinado pelo governo.

Se a OTIT considerar que as empresas da Hitachi não tomaram as medidas necessárias para melhorar a situação, ela reportará os casos aos ministérios da justiça e do trabalho, e seus programas de treinamento poderão ser retirados.

O estágio técnico, introduzido em 1993 para transferir habilidades para pessoas de países em desenvolvimento no Japão, enfrentou críticas internas e externas sobre a percepção de que é usado como cobertura para empresas que importam mão-de-obra barata.

Muitas empresas dependem dos estagiários em meio a uma severa crise de mão-de-obra no país que envelhece rapidamente, mas longas horas de trabalho e condições severas foram relatadas pelos recrutas.

A Hitachi negou ter pago os estagiários abaixo do salário mínimo, mas admitiu receber um aviso de melhoria e instrução do OTIT.

“Já implementamos medidas de melhoria e as relatamos à OTIT”, disse o escritório de Relações Públicas e Relações com Investidores da Hitachi, embora tenha recusado elaborar as instruções que suas empresas receberam.

Em julho do ano passado, o Ministério da Justiça e o OTIT conduziram uma investigação conjunta na fábrica de trens Kasado da Hitachi, na província de Yamaguchi, devido a alegações de que ele designou estagiários para tarefas diferentes das prescritas em seus programas de treinamento.

Autoridades incluindo o Ministério da Justiça, que supervisiona o programa de treinamento de estagiários técnicos, estão considerando tomar medidas disciplinares contra a Hitachi sobre o caso da fábrica de Kasado.

Naquela fábrica, 99 estagiários filipinos foram demitidos no ano passado, depois que seus programas de treinamento não conseguiram obter a aprovação do governo, impedindo a renovação de seus vistos como estagiários técnicos.

Em dezembro, o OTIT aprovou programas de treinamento para 26 deles, permitindo o seu reemprego como estagiários realizando trabalhos de soldagem. Para os 73 restantes, originalmente aceitos como estagiários de montagem de equipamentos elétricos, uma decisão não foi tomada naquele momento, e 46 deles retornaram para as Filipinas.

Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/05/national/hitachi-group-firms-caught-deploying-foreign-trainees-illegally/#.XH_m84hKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here