Início Japão Cotidiano Homem detido navegando em área militar americana em Okinawa pede indenização

Homem detido navegando em área militar americana em Okinawa pede indenização

364
0
Medoruma pediu indenização de 1,2 milhão de ienes do governo central, dizendo que ele havia sido preso injustamente. Foto: Naver Matome

O Tribunal Distrital de Naha ordenou nesta terça-feira (20) que o governo central pague ¥ 80.000 em indenização a um autor premiado que foi detido por entrar em uma área restrita enquanto protestava na prefeitura de Okinawa.

Shun Medoruma, de 58 anos, foi mantido sob custódia norte-americana por oito horas em 1º de abril de 2016, após canoagem na área restrita do Acampamento Schwab, do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, no distrito de Henoko, em Nago. O governo central planeja construir uma instalação no local para assumir as funções da estação aérea Futenma dos Fuzileiros Navais, também em Okinawa.

Medoruma, que ganhou o prestigioso Prêmio Akutagawa em 1997, foi preso sob uma lei especial dentro do Acordo Status-Forças Japão-EUA, depois de ter sido transferido para a custódia japonesa. Ele não foi processado.

No processo de indenização, Medoruma pediu indenização de 1,2 milhão de ienes do governo central, dizendo que ele havia sido preso injustamente.

O juiz Kaoru Hirayama disse que teria sido possível para oficiais da Guarda Costeira do Japão aceitar a transferência do autor do exército dos EUA para a custódia japonesa dentro de duas horas, acrescentando que não havia razão racional para justificar a transferência atrasada.

O juiz também descobriu que a prisão de Medoruma pelas autoridades japonesas é ilegal.

Medoruma disse que a decisão alcançada pelo tribunal é “apenas natural”. 

Fonte: JIJI

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/20/national/court-tells-japans-government-pay-damages-prize-winning-author-held-illegally-arrested-okinawa-base-protest/#.XJJQ0yhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here