Fontes investigativas afirmaram nesta segunda-feira que um homem que se assemelha ao suspeito do incêndio criminoso fatal que ocorreu na semana passada, foi visto perto da sede da empresa atingida, Kyoto Animations, um dia antes ao ataque. 

O homem se parece com Shinji Aoba, que admitiu ter usado gasolina para iniciar o incendio no prédio de três andares. Ele foi visto empurrando um carrinho de mão carregado, perto da sede principal da empresa, na cidade Uji, cerca de 1km do estúdio.  




As imagens fornecidas pelas câmeras de vigilância local, mostraram que o homem estava usando roupas parecidas com a que o suspeito usava no dia do crime. A informações ainda acrescentaram que o suspeito visitou um cyber café, dias antes ao ataque. 

A polícia local acredita que Aoba, de 41 anos, que não é residente de Kyoto, pode ter coletado informações sobre a área próxima ao estúdio, antes de realizar o crime. 

Outras imagens também mostraram um homem parecido com Aoba, comprando duas latas de gasolina a cerca de 5 km ao sul do estúdio. Acredita-se que ele tenha comprado 40 litros de gasolina em um posto, 30 minutos antes do incidente, e levado os galões em um carrinho.  

Aoba entrou no estúdio gritando ‘’morram!”, derramando o líquido e ateando fogo no local, que resultou na morte de 21 mulheres e 13 homens com idades entre 20 e 50 anos. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.