Quando a vida te der limões… dívida com os outros? 

No verão passado, um idoso chamado Akio Hatori, de 61 anos, teve um dia muito ruim. 

Ele queria sair para passear de bicicleta, mas percebeu que alguém havia lhe roubado o assento. 

Obviamente ele teve que comprar um assento substituto e, embora não seja um gasto exorbitante, Hatori ainda estava muito chateado com a situação.  




Não é como se houvesse um mercado negro de negociações de assentos de bicicleta, nem porque vai lhe trazer uma boa renda para sustentar a família. A pessoa realmente só roubou o assento por ser um idiota e queria incomodar alguém. Então é compreensível que Hatori ficasse irritado com isso. 

O outono chegou e Hatori não havia superado ainda a sua raiva, então ele decidiu agir. 

Então ele usou a sua rede de contatos pessoais e internet para rastrear o ladrão? Ou pulou em sua nova bicicleta e seguiu a patrulhar para achar o criminoso? 
 

Não! 

A “solução” dele foi começar a roubar um monte de assentos de bicicletas de outras pessoas. E quando dizemos UM  MONTE, quer dizer 159!  

O Fato de Hatori ter se prendido a roubar tantos assentos, parecia que ele só estava tentando conseguir uns substitutos para uso próprio. Mas acontece que esse não é o caso.  

Ao falar com os investigadores, Hatori admitiu que o motivo do roubo era: 
“Queria que outras pessoas sentissem o que eu havia passado, então roubei por vingança”. 

Apesar de ser um pouco confuso e até hilário essa situação, é triste ver que Hatori se prendeu a essa ideia de vingança, fazendo as pessoas sentirem o que ele sentiu, se tornando não só igual como até pior do que a pessoa que fez isso com ele.  

Esperamos que no futuro Hatori encontre maneiras melhores de lidar com mágoa no seu coração. 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here