Início Destaques Inquérito: Alguns acidentes de cuidados infantis não são reportados

Inquérito: Alguns acidentes de cuidados infantis não são reportados

565
0
Graves acidentes que acontecem em creches não são reportados às autoridades públicas. Foto: Yahoo! Japan

TÓQUIO (Jiji Press) – Alguns berçários não estão reportando casos de acidentes ao Ministério de Assuntos Internos, admitiu na pesquisa publicada nesta sexta-feira (9).

Acidentes graves, como fraturas ósseas, que ocorrem em creches devem ser relatados ao estado caso o prazo de recuperação ultrapassar 30 dias.

O ministério acredita que alguns desses casos não foram relatados, já que o escopo de acidentes graves que exigem relatórios obrigatórios não é claro. O Gabinete e o ministério do bem-estar buscam resolver o problema.

O Ministério de Assuntos Internos selecionou aleatoriamente 148 creches em todo o país para examinar os registros de acidentes referente ao ano fiscal de 2015 e o ano fiscal de 2016.

O ministério descobriu que nove instalações, ou 6% do total, não relataram um total de 11 acidentes graves, como fraturas e luxações ósseas, para os municípios. Todos os acidentes fatais foram relatados corretamente.

O ministério também investigou 44 municípios e descobriu que quatro, ou 9 por cento deles, não relataram 15 casos ao governo central, como um ataque de asma.

Em fevereiro de 2015, o Gabinete do Governo e o Ministério do Bem-Estar ampliaram o escopo do relatório obrigatório para todos os acidentes graves.

Mas alguns municípios e creches estavam seguindo padrões antigos de relatórios que cobriam apenas um escopo limitado de casos, como aqueles em que as crianças ficavam inconscientes.

Fonte: Yomiuri Shimbun

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here