Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou nesta quarta-feira (31) o pedido de suspensão do inquérito que investiga suspeitas de repasse de dinheiro da empreiteira Odebrecht ao atual presidente, Michel Temer. A solicitação foi feita há um mês pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

A alegação da PGR de que a Constituição proíbe que o presidente em exercício seja denunciado por atos anteriores ao mandato foi acatada por Fachin. Em setembro, a Polícia Federal (PF) sugeriu que o indiciamento do presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Fonte: UOL

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2018/10/31/stf-suspende-inqu erito-da-odebrecht-contra-temer-por-imunidade-presidencial.htm.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.