Início Destaques Japão Inteligência Artificial será incluso na grade curricular de universitários e técnicos

Inteligência Artificial será incluso na grade curricular de universitários e técnicos

295
0
No Japão, cerca de 500.000 pessoas se formam em universidades e faculdades técnicas todos os anos. Foto: Suki Desu

Um painel de especialistas pediu que todos os estudantes universitários e técnicos do Japão recebam educação de nível iniciante sobre inteligência artificial.

A proposta é parte de um pacote de ideias relacionadas à Inteligência Artificial – AI, apresentado pelo painel na reunião do dia do conselho de promoção de inovação do governo, chefiada pelo secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga.

Espera-se que as propostas, divulgadas na sexta-feira (29), sejam refletidas em um pacote abrangente de políticas de inovação, que será elaborado por volta de junho, e uma estratégia de inteligência artificial, a ser formulada até o verão.

No Japão, cerca de 500.000 pessoas se formam em universidades e faculdades técnicas todos os anos. O painel pediu que todos os estudantes universitários e técnicos fizessem programas de nível iniciante em matemática, ciência de dados e inteligência artificial, e deixassem a metade adquirir as habilidades para aplicar a IA em seus campos de estudo.

Também pediu ao governo que fornecesse aos adultos que trabalham oportunidades para aprender tais habilidades de IA.

Com o objetivo de reforçar a pesquisa e o desenvolvimento da IA, o painel propôs o estabelecimento de uma rede de cooperação relacionada com universidades e outras organizações de pesquisa. O governo foi instado a fortalecer seu apoio à IA e a outros pesquisadores.

Com relação às áreas onde a IA deve ser usada ativamente, o painel citou os setores de saúde, assistência médica e de enfermagem; agricultura; resiliência e preparação para desastres; infraestrutura de transporte e logística; e revitalização regional.

O painel espera especificamente que a IA seja usada para reduzir a carga sobre os trabalhadores nos setores de assistência médica e de enfermagem, reforçar a segurança da infraestrutura a um baixo custo e promover as chamadas cidades inteligentes.

Na reunião de sexta-feira, o conselho do governo decidiu sete princípios que os pesquisadores e outros devem levar em consideração ao estabelecer uma sociedade de IA com seres humanos no centro, incluindo respeito aos direitos humanos fundamentais, proteção à privacidade e criação de um ambiente para garantir a concorrência justa.

Fonte: JIJI

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/30/national/social-issues/education-ai-proposed-university-technical-college-students-japan/#.XKJi2ZhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here