Início Japão Crime Iraquiano que fugiu para o Japão é procurado pela polícia taiwanesas

Iraquiano que fugiu para o Japão é procurado pela polícia taiwanesas

387
0
O Departamento de Investigação Criminal da ilha confirmou anteriormente que solicitou a assistência da Interpol através de suas contrapartes japonesas para localizar Jomaah. FInancial Times

Autoridades taiwanesas disseram nesta quinta-feira (2) que estão buscando ajuda da Interpol para localizar um iraquiano que nesta semana fugiu com seu filho de 1 ano para o Japão, são acusados de matar seus sogros taiwaneses.

Os promotores divulgaram uma declaração dizendo que procuraram um mandado de prisão para Ali Hammad Jomaah e notificaram as autoridades de imigração para prendê-lo caso ele voltasse a entrar em Taiwan.

O Departamento de Investigação Criminal da ilha confirmou anteriormente que solicitou a assistência da Interpol através de suas contrapartes japonesas para localizar Jomaah, que deixou Taiwan na manhã de terça-feira em um voo para o Japão.

Jomaah, de 31 anos, viajou inicialmente para Taiwan em 26 de março do Japão, onde trabalha como professor de inglês. O objetivo da viagem era reunir-se com sua esposa taiwanesa, de sobrenome Hsiao, para discutir seus problemas pendentes de divórcio e custódia.

Hsiao e seu filho vieram a Taiwan no início deste ano com seus pais, que viajaram ao Japão para trazê-los de volta depois de saberem das alegações de violência doméstica.

Hsiao e seu filho ficaram desde então com seus pais, ambos na faixa dos 70 anos, no distrito de Shihlin, em Taipei, segundo o jornal.

Na noite de segunda-feira, depois de uma briga com os sogros em seu apartamento, Jomaah os estrangulou e foi embora, levando o filho recém-nascido consigo, de acordo com os relatórios. Os pais haviam solicitado que a filha não estivesse presente para sua própria segurança.

Jomaah supostamente disse a sua esposa na quarta-feira pela mídia social que ele havia retornado à capital iraquiana, Bagdá.

No entanto, a polícia disse suspeitar que Jomaah ainda esteja no Japão, já que ele não retornou à sua residência na província de Ishikawa, nem o governo japonês registrou sua saída, informaram os relatórios.


Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/05/02/national/taiwan-seeks-japans-assistance-locating-double-murder-suspect/#.XMsDIuhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here