Japão comemora a entrada, neste sábado, das tumbas de Osaka na lista de patrimônios culturais da humanidade. Foi realizada uma recepção em um hotel na capital do Azerbaijão, Baku, onde o comitê da ONU se reuniu.




 

Os aglomerados de 49 túmulos de Mozu-Furuichi, que abrangem as cidades de Sakai, Habikino e Fujiidera, foram construídos entre o final do quarto e  quinto século.

Fonte do vídeo: FNN

Nos últimos 8 anos os governantes de Osaka e prefeitos das cidades tem trabalhado juntos para conseguir entrar na lista de patrimônio cultural da humanidade. Parte desses envolvidos foram até a recepção.

O embaixador do Japão na UNESCO, Takio Yamada, disse que as tumbas foram muito bem elogiados por representantes estrangeiros. E isso tudo só mostra o quanto a área é bem valorizada e cuidada pelos moradores locais, preservação que se perdura já a 1600 anos.

Segundo um dos conselheiros responsáveis de elaborar o dossiê de candidatura, Cam Van Rooijen, ministro da educação, cultura e ciência, disse em uma reportagem da rede NHK, que, uma das tumbas tem quase o mesmo tamanho de uma pirâmide do Egito ou da tumba de um imperador chinês. E agora, com a nomeação de patrimônio cultural da humanidade, serão atraídos muito mais turistas ao local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.