Esse assunto ainda tem muito a repercutir.
Isso porque, com o aumento de turistas no Japão, vários problemas vem acontecendo devido ao mau comportamento dos estrangeiros que visitam o arquipélago.

Segundo a Japan Times e o Asahi Shimbun, alguns templos até colocaram placas recusando a entrada de qualquer estrangeiro.

O templo Nazoin, em Fukuoka, é um dos locais mais populares que aderiu a inserção placa, que é escrita em várias línguas, para ter certeza de que todos entenderam que a entrada não é permitida para turistas.




 

Os maiores problemas relatados que os fizeram tomar medidas drásticas, são os de turistas ouvindo música alta, entrando em fontes sagradas e até mesmo pichando e escalando construções.

Turista na fonte do templo Kiyomizu-dera
A foto acima é de um estrangeiro chinês, dentro da fonte sagrada do templo Kiyomizu-dera.

Claro que esses problemas não vieram de agora. Há 10 anos os japoneses vem tentando ensinar aos turistas como se comportar no seu lar, mas como não foi efetivo, essas medidas foram necessárias para proteger seus locais sagrados.

Um absurdo.
Qual a dificuldade em ser educado na casa dos outros?

 

via:coisasdojapao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.