Início Destaques Japão Japão quer cautela no manuseio de tecnologia em universidades

Japão quer cautela no manuseio de tecnologia em universidades

648
0
A medida acontece quando os Estados Unidos e a China se tornam cautelosos em relação às tecnologias avançadas, como a inteligência artificial que está sendo convertida para uso militar. Foto: Ansuz Japan

O governo estabelecerá diretrizes até o final de março do próximo ano para evitar vazamentos de tecnologia das universidades que realizam pesquisas com empresas estrangeiras, disseram fontes próximas ao assunto na quarta-feira (24).

A medida acontece quando os Estados Unidos e a China se tornam cautelosos em relação às tecnologias avançadas, como a inteligência artificial que está sendo convertida para uso militar.

Enquanto o Japão já regulamenta a divulgação de tecnologias e produtos sensíveis por parte de organizações estatais e empresas estrangeiras sob uma lei de câmbio e comércio exterior, laboratórios de universidades têm administrado acordos pouco frequentes por conta própria, levando alguns especialistas a expressar suas preocupações sobre o risco de vazamentos de informações.

As diretrizes sugeridas exigiriam que universidades e outras instituições de pesquisa estabelecessem regulamentações sobre projetos conjuntos envolvendo entidades estrangeiras.

Eles serão baseados na estratégia abrangente de inovação adotada pelo Gabinete em 2018, destinada a promover a pesquisa universitária em IA, biotecnologia e outras tecnologias de ponta. O gabinete espera triplicar o valor dos investimentos privados em universidades e órgãos de pesquisa a partir dos níveis fiscais de 2014 até o ano fiscal de 2025.

Como se espera que a colaboração transfronteiriça aumente com a estratégia, o governo considerou necessário elaborar as diretrizes para trabalhar com entidades estrangeiras.

Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/24/national/japan-drafting-guidelines-stop-technology-leaks-universities-working-foreign-firms/#.XMB55OhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here