É comum no calor fazermos uso de recipientes de vidro, para ressaltar o frescor e quebrar a falta de apetite presente nos dias quentes. 

No Japão também há uma refinada arte de lapidação de cristais, para utilizar como recipiente de alimentos, o Edo kiriko (ou kiriko de edo).




 

É claro que na antigüidade, já existiam os vidros no Japão. Além de vidros coloridos no século 13, que perderam sua produção devido o detrimento da cerâmica.

Ao passar dos tempos, chegaram as técnicas da europa, onde se vidro incolor e, por fim, no século 19,  iniciaram-se em Edo e Satsuma a técnica de lapidação de vidro, surgindo profissionais denominados de artesão de vidro.

Resultado de imagem para kiriko edo

Kiriko é um produto da técnica de lapidação, que utiliza-se de uma técnica onde o vidro transparente é sobreposto por um vidro colorido, moldado em cima dele. Esse processo se deu início a partir de um artesão em Edo, chamado kagaya no Kyuubei.

Aos poucos Kyuubei passou a melhorar a sua técnica e, com sua experiência, iniciou alguns projetos que deu origem a sua casa de vidro,  passando a produzir óculos, termômetros, densímetros, etc.

Atualmente o processo é mais automatizado, onde utiliza-se brocas elétricas. 

Mas antigamente era utilizadas máquina movida a força humana ou de moinho d água.

Resultado de imagem para kiriko edo before

O Edo Kiriko é tão valorizado no japão, que um copo de sakê custa em média 5.000 ienes e um prato, pode chegar a 15.000 ienes

 

Via: nippobrasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.