De acordo com a lei contra agressão às crianças em vigência, não há penalidades aos seus infratores. Há apenas um alerta aos pais, pais adotivos e chefes de centros de assistência social para não punirem fisicamente às crianças como forma de disciplina.

O parlamento aprovou uma lei que veta aos pais e responsáveis a punição física contra as crianças, a mudança foi estimulada devido aos casos fatais acontecidos recentemente.

Houve também uma emenda que fortaleceram os centros de assistência infantil na intervenção de casos de abuso.

Fonte: KYODO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.