Início Mundo LGBT LGBTs que sobreviveram a ditadura argentina recebem plano de reparação

LGBTs que sobreviveram a ditadura argentina recebem plano de reparação

159
0
O governo argentino aprova o plano de reparação ao LGBT. Foto: Wikimedia Commons
O plano de reparação será direcionado a todos os LGBTs que sofreram durante a ditadura que durou de 1976 a 1983.

Em 2010, a Argentina entrou na história, sendo o primeiro país a permitir casamento entre pessoas do mesmo sexo e a adoção de crianças. Desde a ditadura, que acabou em 1983, a Argentina se esforça para reparar o sofrimento e garantir os direitos do LGBT.

Noelia Trujullo (55), uma mulher transgênero que cresceu durante a ditadura, recebeu nesta semana, um pedido público de desculpas. Em relatos, ela contou que temia ser presa e abusada por usar roupas femininas e cabelo comprido.

“Éramos considerados criminosos, sub-humanos, porque usávamos roupas de mulher. Você se sente desprezível. Foi a violência psicológica que mais me afetou”, relatou.

Santa Fé, responsável pelo plano de reparação aos LGBT, disponibilizou gratuitamente a mudança de sexo e tratamento hormonal nos hospitais públicos.

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/12/13/lgbts-sobreviventes-da-ditadura-argentina-conquistam-pedido-de-desculpas-historico.ghtml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here