Grupos de oposição ao controverso projeto de lei de extradição na China, que fizeram um manifesto recentemente em Hong Kong, pediram aos líderes da cúpula do G20 que apoiem seu posicionamento, após serem brutalmente repreendidos pelos líderes do país.




 

O projeto de lei permite que suspeitos em Hong Kong sejam levados para a China continental para julgamento. A controvérsia gerou enormes protestos no território este mês.

Aproximadamente 1.500 pessoas se reuniram em resposta a uma petição online que tem a intenção de se fazer ouvida pelos líderes na cúpula do G20, em Osaka.

O governo chinês afirma que o assunto é uma questão interna do país e enfatizou que não há necessidade de levantá-la durante a conferência internacional.

Fonte: NHK

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.