Os atletas competidores da maratona Olímpica de Tokyo, em 2020, podem ter que realizar repetidas voltas ao redor de uma região central, na cidade de Sapporo. 

Os organizadores dos jogos olímpicos de 2020 e autoridades locais da cidade do norte do Japão, estão projetando percursos e avaliando as datas para a realização da maratona e das competições de marcha atlética. 

A mudança para Sapporo, se deu devido as preocupações quanto ao calor extremo durante o verão na capital japonesa, Tokyo, que atinge níveis muito elevados. 




 

Segundo fontes, uma das opções que está sendo levada em consideração, é o posicionamento da largada e chegada da maratona localizado no centro da cidade, mais precisamente no Parque Odori. Os organizadores também afirmam que, ao invés de cobrir uma grande área, um percurso menor e com mais voltas possa reduzir os custos. 

As organizações esportivas internacionais disseram que estão buscando uma maior eficiência operacional por meio da criação de pequenos percursos de 4 ou 5 voltas.  

Eles também esperam determinar inclusive, os pontos de partida e de chegada, até o início dedezembro, quando será realizado um encontro do Comitê Olímpico Internacional, onde irão decidir a aprovação do novo plano. 

Esta não é a primeira vez que é adotado o método de maratona de várias voltas. Durante as Olimpíadas de Londres em 2012 e do Rio, em 2016, foram aplicados os mesmos planos. 

Leia também: Noguchi será a primeira japonesa a carregar a tocha olímpica de 2020

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here