Início Brasil Médico que deformou rosto de pacientes é impedido de atuar na profissão

Médico que deformou rosto de pacientes é impedido de atuar na profissão

2877
0
O médico Wesley Murakami perdeu o direito de exercer a medicina. Foto: Radio Mega
O médico investigado pela Polícia Civil é alvo de pelo menos 10 denúncias.

O médico Wesley Murakami, teve o registro médico suspenso pelo Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF). Murakami foi acusado de ter deformado o rosto de ao menos dez pacientes durante um procedimento chamado bioplástica.

De acordo com o relato das vítimas, o médico as convenciam a realizar o procedimento bioplástico, e então, as deformou com uma substância chamada polimetilmetacrilato, que era injetada sob o rosto com uma seringa. Alguns pacientes foram obrigados a ir embora usando uma máscara.

Wesley Murakami foi condenado em 2014 a pagar indenização para um dos pacientes, valor que até agora não foi pago.

“Quando eu vi o resultado, que eu olhei no espelho, o meu rosto estava gigantesco. Dá para ver nas fotos ai. Ele me deu até uma máscara para poder ir embora, e meu rosto ficava de fora da máscara, de tão grande.”, disse o paciente Alexandre Garzon, que foi à clínica tratar marcas de espinha.

“Eu fiquei deformada, fiquei com vergonha de ir para a escola. Colocava cabelo na frente. As pessoas me olhavam estranho e cada vez que eu tinha que me comunicar, porque eu tinha que lecionar, o meu rosto inchava mais, e aquilo me incomodava horrores.”, disse outra vítima, que foi à clínica também tratar marcas de espinha.

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2018/12/19/medico-investigado-por-deformar-rosto-de-pelo-menos-10-pacientes-no-df-e-impedido-de-exercer-profissao.ghtml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here