A Murata Manufacturing Co., Ltd. anunciou no dia 25 que suspenderá a produção em sua fábrica principal na província de Fukui do dia 25 até o dia 31. Devido ao novo cluster de coronavírus, a fábrica promoverá testes de PCR em todos os cerca de 7.000 funcionários, incluindo empresas parceiras. A fábrica produz capacitores cerâmicos multicamadas (MLCCs), os principais componentes eletrônicos da Murata Manufacturing Co., Ltd., que detém 40% do mercado mundial. “O impacto sobre o fornecimento de peças está sob análise”, disse a empresa.

MLCC é um componente eletrônico usado em todos os tipos de dispositivos eletrônicos, como smartphones. Além de fornecer estoque aos clientes, consideraremos a produção alternativa na província de Shimane e em fábricas no exterior. A suspensão prolongada da produção pode afetar a produção de smartphones e outros produtos. A empresa diz: “Pedimos desculpas por causar preocupação aos residentes locais e parceiros de negócios. Trabalharemos com centros de saúde e empresas parceiras para prevenir a propagação da infecção.”

A subsidiária de produção Fukui Murata Manufacturing Co., Ltd. (cidade de Echizen, província de Fukui) será suspensa na fábrica de Takefu. Até o dia 24, 98 funcionários confirmaram infecção à Covid-19. Segundo a empresa, a primeira pessoa infectada foi confirmada na fábrica no dia 3 de agosto. Realizamos testes voluntários de PCR em funcionários com suspeita de contato com pessoas infectadas por meio da apreensão do histórico de comportamento dos funcionários da fábrica, que realizamos independentemente. Tomamos medidas como a suspensão temporária de algumas linhas de produção.

No entanto, foi decidido suspender o funcionamento de toda a fábrica porque a propagação da infecção não poderia ser interrompida. A aplicação da vacina na fábrica estava prevista para começar em setembro, medida atrasada levando em consideração a quantidade de operários concentrados.

O caso da infecção não irá impactar na permanência e na entrada de novos brasileiros, “a campanha que visa premiação na admissão de novos funcionários brasileiros permanece ativo”, comentou o responsável de uma das empresas que terceiriza mão-de-obra na Murata Seisakusho Fukui.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão Toquio

Jonathan Miyata

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.