Durante pesquisas de campo encomendadas pelo Governo Metropolitano de Tóquio, uma nova espécie de besouro aquático do gênero Ochthebius foi confirmada  nas ilhas Ogasawara, no Japão.

A descoberta foi publicada na revista zoológica internacional búlgara “ZooKeys”.

De acordo com a equipe, que inclui o grupo de pesquisa “Instituto de Boninologia”, de Bonin Island, 14 novas espécies do besouro aquático foram listadas no Japão.




 

Os besouros fazem parte de gênero Ochthebius, que possuem milímetros de comprimento e ocupam locais úmidos, riachos de montanha e recifes costeiros.  

As espécies, descobertas pela primeira vez em 2017, foram denominadas “Ochthebius sasaki”, tem 2 milímetros de comprimento e foram encontradas pela primeira vez em fendas de água nas ilhas Chichijima, Anijima e Ototojima. O que a distingue das outras espécies é o côncavo raso em seu lábio.

Durante o inverno, foram encontradas dezenas de novos besouros, mas durante o verão, quando houve grande falta de chuva, o número caiu drasticamente. Em 2018, nenhum novo besouro foi encontrado na ilha de Anijima, onde a fonte de água secou. “Esperamos que seja uma boa oportunidade para pensar sobre o meio ambiente”, afirmou um membro da equipe. 

“A descoberta da nova espécie é uma boa notícia em uma época em que muitos insetos estão sendo ameaçados por espécies invasoras e outros perigos. Espero que a descoberta seja uma chance para as pessoas pensarem sobre a aparente causa da escassez de água, como a mudança climática. “, declarou o curador do Museu de História Natural da Província de Kanagawa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here