Uma lei promulgada para entrar em vigor em abril, visa proibir as pessoas de fumarem em locais interno, prédios e outros lugares do Japão. A brecha que ficou nesta nova lei vigente, é que as pessoas estão procurando locais ainda mais errados para fumar.  

Como as áreas designadas para fumantes estão cada vez mais difíceis de serem encontradas, as pessoas estão recorrendo aos parques e áreas de lazer, despertando a ira dos moradores por causa das bitucas de cigarros indesejadas espalhadas pelo chão. 

As agências governamentais estão de “mãos-atadas” com a brecha que a lei deixou, uma vez que eles precisam encontrar uma solução para impedir a volta dos fumantes ao ar livre, em uma nação que culturalmente fuma constantemente.  

No final de fevereiro, no telhado do nono andar de um prédio na prefeitura de Okayama, mais de 10 funcionários se reuniram em torno dos cinzeiros para uma pausa para fumar em um espaço aberto demarcado dos não fumantes apenas por linhas brancas. 

“Isso de fato ajuda pessoas como eu, que dificilmente encontra um lugar para fumar. Compreendo que pelo menos alguma consideração esteja sendo dada aos fumantes”, disse um funcionário do governo que estava no telhado. 

De acordo com a Lei de Promoção à Saúde que entrou em vigor parcialmente em julho, agências governamentais, escolas e hospitais são locais onde é terminantemente proibido fumar. Além disso, ambientes fechados, estabelecimentos, bares e restaurantes, sofrerão as mesmas mudanças a partir de abril. 

As pessoas que violarem a lei podem ser multadas em até 300 mil ienes e até 500 mil ienes para instalações que desobedecerem às ordens. 

Leia também: Príncipe Charles é diagnosticado como positivo para o COVID-19  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here