O recente aumento dos impostos sobre o consumo no Japão, deixou as famílias, principalmente as de baixa renda, lutando ainda mais para sobreviver. 

O governo isentou a maioria dos alimentos e bebidas, porém espera que os custos aumentem para outros itens do dia-a-dia e as tarifas de serviços tenham impacto. 

Uma mulher de 43 anos, que concedeu uma entrevista ao jornal Kyodo, disse que trabalha meio período para ajudar a sustentar a família.  




“É assustador pensar que os preços subiram para tudo, além da comida”, ela lamenta. 

Afim de minimizar os impactos negativos, o governo está oferecendo para famílias de baixa renda, que possuam filhos, a chance de comprar vouchers por 20.000 ienes, que lhes permite fazer compras de até 25.000 ienes. 

O número de vouchers que as pessoas podem obter depende do número de integrantes da família, porém muitos dizem que não possuem dinheiro para compra-los. 

Uma mulher de 36 anos, que possui dois filhos e mora na província de Chiba disse que “mal consegue sobreviver” e que “não tem condições de fazer compras à granel, nem com os vouchers”. 

Após o aumento de impostos em 2014, o Japão adiou duas vezes um segundo aumento dos impostos sobre consumo, devido aos temores de que pudesse prejudicar a economia geral. 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here