No Japão, muitas pessoas tem o hábito de comprar um filhote de determinada raça que está na moda ou em evidência naquele momento na mídia. Muitas raças como Dachshunds, Chihuahuas, Shih-tzus e terriers já tiveram seus 15 minutos de fama no país. No final dos anos 90, por exemplo houve muita procura por dálmatas,por conta do filmes da Disney.




 

Mas assim como uma roupa que sai de moda, muitas pessoas a curto prazo acabam descartando seus animais de estimação. Segundo Elizabeth Oliver que trabalha na ARK (Animal Refuge Kansai) os abrigos de proteção animal recebem cerca de 200 animais por dia.

O problema é que uma vez que um animal vai para um abrigo ele tem cerca de três a sete dias para ser adotado antes que o abrigo decida seu destino, ou seja, a eutanásia.

Em 2014, o Japão condenava os animais abandonados a câmaras de gás, esta prática deixou de ser posta em ação devido a crueldade com os animais.

Fonte: Mundo-Nipo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.